Venezuela: Arreaza denunciou o governo de Bolsonaro por apoiar planos violentos contra o país

O ministro dos Negócios Estrangeiros venezuelano, Jorge Arreaza, denunciou na quarta-feira, 1 de janeiro de 2020, o governo de Jair Bolsonaro por apoiar planos violentos de ataques armados contra a Venezuela.

Na sua conta na rede social digital Twitter @jaarreaza, o Ministro dos Negócios Estrangeiros enfatizou que meios de comunicação do país vizinho confirmaram que o governo brasileiro apoiou violentos planos de ataques armados na Venezuela, mantendo comunicação e coordenação com a oposição golpista e dando refúgio aos responsáveis.

Segundo Arreaza, desde janeiro de 2019, a Venezuela teve cenários que incitaram violência, orquestrada pela direita com apoio externo, principalmente dos Estados Unidos (EUA), com o objetivo de propiciar um golpe de estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin