Venezuela assina acordo com a Cruz Vermelha Internacional para aumentar apoio técnico humanitário

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, informou que na sexta-feira foram assinados novos acordos entre o Ministério da Saúde e a Cruz Vermelha Internacional para aumentar o apoio técnico no setor da saúde. Além disso, o presidente indicou que serão assinados acordos com a Rússia para a produção conjunta de insulina.

“A verdadeira ajuda humanitária está a chegar à Venezuela pela mão da China, Índia, Rússia e Turquia. Chegaram centenas de toneladas de remédios”, anunciou o presidente durante um dia de trabalho com o setor de saúde em Miraflores.

Maduro instruiu o ministro da Saúde, Carlos Alvarado, para criar uma sala especial para reportar equipamentos médicos que estão em mau estado e precisam de manutenção.

Durante a atividade presidencial foi inaugurado um Centro de imagiologia no hospital Enrique Tejera, em Valência, que terá capacidade para atender 10.000 pacientes por mês.

O presidente também anunciou que a jornada de vacinação foi prorrogada até 30 de junho. O plano está a ser realizado em 7.124 postos de vacinação, onde 381.048 crianças foram imunizadas. Além disso, Maduro anunciou a diminuição de 99% e 89% dos casos de sarampo e difteria, respetivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

STP: Observadores internacionais para as eleições de domingo já estão no país

STP: Observadores internacionais para as eleições de domingo já estão no país

Os observadores internacionais para as eleições Presidenciais deste domingo em São Tomé e Príncipe já estão no país. Segundo uma…
STP: Tudo pronto para as eleições presidenciais deste domingo

STP: Tudo pronto para as eleições presidenciais deste domingo

O Presidente da Comissão Eleitoral Nacional, CEN de São Tomé e Príncipe, Fernando Maquengo, disse ontem, sexta-feira, que “ tem…
Moçambique: Professores contra regresso à escola devido ao terrorismo

Moçambique: Professores contra regresso à escola devido ao terrorismo

Um grupo de professores do ensino primário do distrito de Macomia, na província de Cabo Delgado, contestou uma ordem de…
Timor-Leste: Díli com cerca sanitária por mais duas semanas

Timor-Leste: Díli com cerca sanitária por mais duas semanas

O Governo timorense aprovou nesta semana a continuidade da imposição da cerca sanitária no município de Díli por mais 14…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin