América Latina | Crise | Economia

Venezuela: Banco Central emite novas notas

A Venezuela planeia introduzir notas com denominações maiores para lidar com a hiperinflação, que não mostra sinais de desaceleração.

O banco central informou que as novas notas de bolivar de 10.000, 20.000 e 50.000 começarão gradualmente a circular esta quinta-feira como forma de tornar os pagamentos e transações “mais eficientes”.

A nova nota de valor mais alto equivale a 10 dólares, que é mais do que o salário mínimo mensal num país cuja economia tem vindo a encolher drasticamente há anos. Até agora, a maior denominação era a nota de 500 bolívares.

Os cartões de débito são uma forma comum de pagamento na Venezuela, onde a moeda vale tão pouco que grandes pilhas de dinheiro já escasso são necessárias até para transações relativamente pequenas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo