América Latina

Venezuela: Cabello denunciou uma nova tentativa de “golpe de Estado” por Guaidó

O primeiro vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv), Diosdado Cabello, denunciou, mais uma vez, uma nova tentativa de “golpe”, que seria executada pelo deputado Juan Guaidó e pela Assembleia Nacional.

Durante o seu programa Con el Mazo Dando, Cabello advertiu que “hoje, após a reunião que tiveram os esquálidos, reuniu-se uma pequena equipa. Reuniu-se Juan Guaidó para dizer algo e falou sobre um novo golpe de Estado. Estamos preparados. Venha com os estrangeiros, depois que não fique a chorar, a balbuciar. Quando quiser, nós queremos. Estamos preparados para o que quiser”.

Além disso, o presidente da Assembleia Nacional Constituinte recordou o que considera de tentativa de golpe de Estado supostamente executada pela “direita” venezuelana – apoiada pelos Estados Unidos (EUA) – em abril último no distribuidor de Altamira, em Caracas, e que deixou  vários oficiais militares feridos.

Segundo a corrente chavista, em janeiro passado, a oposição venezuelana ao regime de Maduro, terá executado um “golpe” contra Nicolás Maduro, quando o deputado Guaidó, com o apoio dos Estados Unidos e vários países europeus, declarou-se “presidente interino”. Após a decisão da administração Trump, a Venezuela cortou as relações bilaterais com os EUA.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo