América Latina | Ásia

Venezuela: China vai “resgatar” refinarias abandonadas da PDVSA

Notícia avançada pela Bloomberg, refere que, como medida para fazer face à escassez de combustível na Venezuela, um empreiteiro chinês concordou em “resgatar” a rede de refinação abandonada pela PDVSA, o que complica a iniciativa do governo Trump para afastar Nicolas Maduro do poder.

A Wison Engineering Services Co., uma empresa de construção e engenharia química sediada em Xangai que está a usar o programa de infra-estrutura Cinturão e Rota da China para expandir no exterior, concordou no mês passado em reparar as principais refinarias da Venezuela em troca de produtos de petróleo, incluindo diesel, de acordo com fontes com conhecimento do negócio, revelou a Bloomberg.

As sanções financeiras dos EUA, destinadas a privar o regime de recursos, contribuíram para a decisão de reativar uma indústria de refinaria paralisada há anos devido a má administração e subinvestimento, informou uma das fontes que pediu o anonimato.

O acordo assemelha-se a outros que o governo venezuelano tem com as grandes companhias petrolíferas russas e chinesas, que permitem que os pagamentos sejam feitos com a remessa de petróleo bruto por parte da PDVSA.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo