Venezuela: Conselho Nacional Eleitoral validou referendo anti-Maduro

A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, Tibisay Lucena, confirmou que “Os 24 estados cumpriram com o requisito de 1% (200 mil assinaturas) de validação de manifestações de vontade e o certificado será emitido pela secretaria”, ou seja, validou referendo anti-Maduro, dando uma primeira vitória à oposição venezuelana.

Segundo o canal de televisão NTN24, a coligação da oposição, Mesa da Unidade Democrática (MUD), tem agora dois dias úteis para fazer uma petição formal.

Depois de cumprida esta exigência o CNE irá fixar uma data para o referendo revocatório, em que a oposição precisará ultrapassar os 7,5 milhões de votos obtidos por Maduro nas eleições de 2013.

No entanto o referendo revocatório poderá não se realizar. O governo de Maduro tem multiplicado os recursos, alegando fraudes na recolha de assinaturas a favor do refendo, em que muitas impressões digitais não correspondem, supostamente, com as assinaturas. As irregularidades terão ocorrido quando as assinaturas recolhidas pela oposição precisaram ser validadas pessoalmente pelos signatários nos centros eleitorais do CNE, que levou o Conselho solicitar uma investigação ao Ministério Público sobre as alegadas irregularidades.

Os recursos apresentados podem vir a arrastar o processo até Janeiro, quando já não será possível proceder a novas eleições e Nicolas Maduro poderá apenas ser substituído pelo seu vice-presidente durante dois anos, até ao fim do mandato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

No próximo fim-de-semana, o CCB vai estar na Batalha e em Coimbra

No próximo fim-de-semana, o CCB vai estar na Batalha e em Coimbra

No âmbito de uma parceria estabelecida com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Centro Cultural de Belém (CCB) continua…
Moçambique: Nyusi lança processo de revisão da Estratégia Nacional de Desenvolvimento

Moçambique: Nyusi lança processo de revisão da Estratégia Nacional de Desenvolvimento

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, procede nesta sexta-feira, 17 de setembro, ao lançamento do Processo de Revisão da…
Pandemia diminuiu a taxa de natalidade nos EUA e na Europa

Pandemia diminuiu a taxa de natalidade nos EUA e na Europa

Ao longo da história, as pandemias têm sido um fator-chave na mudança da população humana, graças à mortalidade e ao…
Brasil: 53% dos brasileiros reprovam Bolsonaro

Brasil: 53% dos brasileiros reprovam Bolsonaro

A popularidade do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou a bater outro recorde negativo na nova pesquisa Datafolha, publicada esta…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin