Nicolás Maduro

Venezuela: Nicolàs Maduro garante que haverá eleições

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reiterou na quarta-feira que 2020 será um ano de eleições no país. O anúncio foi feito no Panteão Nacional, por altura do ato comemorativo do 199º aniversário da Batalha de Carabobo e do Dia do Exército Bolivariano.

Na Venezuela, quem decide, quem coloca, quem remove é o povo soberano da Venezuela, através do seu voto, mais ninguém, não é Donald Trump, não é Joe Biden, não é um grupo de golpistas“, enfatizou o presidente.

O calendário eleitoral inclui a eleição popular e democrática da Assembleia Nacional e, em seguida, “chegará o ano de 2021, no qual iremos votar novamente para renovar os governadores”, acrescentou Maduro.

O governante também lembrou que “em 2022, em 10 de janeiro, abrirá o período para quem quiser recolher as assinaturas para convocar um referendo de revogação contra o Presidente Maduro, ter a liberdade de sair às ruas e pedir assinaturas ao povo”.

“Se as pessoas recolherem assinaturas suficientes, conforme exigido pela Constituição, para um referendo de revogação, iremos a um referendo de revogação para nos avaliar nas urnas e serão as pessoas que decidirão”, esclareceu.

Maduro sublinhou também que “a única maneira de sair daqui é que as pessoas decidam com o seu voto se eu saio ou não. Eu respeitarei, democraticamente, o que as pessoas decidirem, quando decidirem, no momento“.

Em relação às eleições, o líder venezuelano apontou que “são as batalhas desta época, são as batalhas políticas, morais e constitucionais, ao lado da batalha económica contra as sanções criminais, a guerra criminal, ao lado das batalhas educativas, culturais para a formação do povo, para os novos valores de meninos, meninas, jovens. São as batalhas que hoje nos tocam no espírito imortal dos libertadores e dos libertadores”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Angola: Isabel dos Santos acusada de ataques informáticos contra imprensa portuguesa

Angola: Isabel dos Santos acusada de ataques informáticos contra imprensa portuguesa

A empresária angolana Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente da República José Eduardo dos Santos, está a ser acusada em…
Ucrânia: Conflito causa mais de meio milhão de crianças refugiadas

Ucrânia: Conflito causa mais de meio milhão de crianças refugiadas

A UNICEF avança, através de um comunicado de imprensa, que o conflito na Ucrânia já causou em uma semana mais…
Ataque da Rússia a central nuclear faz cair bolsas europeias

Ataque da Rússia a central nuclear faz cair bolsas europeias

As principais bolsas europeias estiveram a negociar nesta sexta-feira, 04 de março, em forte baixa. O motivo deve-se ao ataque…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin