Venezuela: ONU investigará a morte do opositor venezuelano Fernando Albán

O Gabinete do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos investigará a morte do opositor venezuelano Fernando Albán no contexto do relatório do Conselho de Direitos Humanos sobre os abusos cometidos naquele país.

A informação foi confirmada esta terça-feira em conferência de imprensa. Ravina Samadasani, porta-voz do Gabinete, explicou que a morte do vereador detido, Fernando Albán, será uma das questões que incluirá a investigação das violações de direitos humanos que a entidade realizará.

Recorde-se que Fernando Alban, de 56 anos, foi um dos presos pelo ataque de drones que o presidente Nicolás Maduro sofreu em 2 de agosto. Albán foi detido e levado para a sede do serviço de inteligência (SEBIN).

O ministro venezuelano do Interior, Nestor Reverol, declarou no Twitter, foi citado pela Reuters, que Alban estava a para ser levado para o tribunal, aguardando numa “sala de espera” quando saltou do prédio.

A versão do partido de oposição a que pertencia o político, Primero Justicia, culpou o governo de Maduro pela morte de Alban. “Com muita dor e sede de justiça, devemos dizer aos venezuelanos que o vereador Fernando Alban foi assassinado pelo regime de Nicolás Maduro.”

O governo nega ter presos políticos e diz que todos os detidos estão justamente presos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin