Venezuela: Presidente Nicolás Maduro elimina cinco zeros ao bolívar

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou a retirada de cinco zeros da moeda nacional numa altura em que o país latino-americano lida com a hiperinflação.

Numa reunião do gabinete na quarta-feira, Maduro disse que a medida deveria “proteger” a moeda nacional – o bolívar – e fazia parte de um programa de “recuperação económica” que envolvia “reconversão monetária” e entraria em vigor a 20 de agosto.

“Cinco zeros a menos, para que possamos ter um novo sistema financeiro e monetário estável”, disse ele.

O presidente venezuelano disse que as reformas ligariam o bolívar à recém-lançada criptomoeda apoiada pelo Estado, chamada petro, sem oferecer detalhes.

Especialistas em criptomoedas já disseram que o petro sofre de falta de credibilidade devido à falta de confiança no governo de Maduro e que a nova moeda também é alvo de sanções dos EUA.

A Venezuela sofre de uma crise económica aguda, com pessoas lutando para satisfazer suas necessidades básicas, incluindo alimentos e cuidados médicos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou drasticamente a sua previsão de inflação para a Venezuela, antevendo uma enorme inflação de um milhão por cento no país da América Latina até o final do ano, acompanhada pela queda da produção de petróleo.

Alguns especialistas atribuem a hiperinflação na Venezuela a um movimento recente do presidente do país para aumentar o salário mínimo nacional em 40% com efeito imediato.

No entanto, o mau uso da economia e as severas sanções americanas também são responsáveis pelas previsões.

Maduro alertou os venezuelanos que o país está a enfrentar “ataques” à sua moeda e tentativas de “sabotar” a indústria petrolífera do país, cuja economia foi duramente atingida por uma queda nos preços globais do petróleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Imagens de satélite mostram como um enorme lago na Antártida desapareceu em dias

Imagens de satélite mostram como um enorme lago na Antártida desapareceu em dias

Em 5 de junho de 2019, um enorme lago coberto de gelo situava-se no topo da plataforma de gelo Amery…
Nigéria reformula a lei do setor de petróleo para atrair investimentos

Nigéria reformula a lei do setor de petróleo para atrair investimentos

O parlamento da Nigéria aprovou esta sexta-feira uma revisão histórica da lei do petróleo que visa atrair investimentos o para…
Moçambique: Governador de Sofala testa positivo para covid-19

Moçambique: Governador de Sofala testa positivo para covid-19

O Conselho Executivo Províncial de Sofala comunicou hoje, 16 de julho, que Lourenço Ferreira Bulha, Governador da Província de Sofala,…
Brasil: Mundo não tolera "morte prematura" da democracia brasileira, diz rival de Bolsonaro

Brasil: Mundo não tolera "morte prematura" da democracia brasileira, diz rival de Bolsonaro

A comunidade internacional deve sinalizar que não tolerará “a morte prematura da democracia brasileira”, disse um dos principais rivais de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin