América Latina

Venezuela: PSUV vence as eleições legislativas

Maduro esteve numa festa durante a pandemia

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) venceu as polémicas eleições legislativas de domingo, anunciou a presidente do Conselho Nacional Eleitoral do país, Indira Alfonzo, na manhã desta segunda-feira.

A oposição instou o público ao boicote ao que chamaram de eleição fraudulenta, planeada pelo contestado presidente Nicolás Maduro.

Em comunicado, Alonzo anunciou os primeiros resultados eleitorais de Caracas, indicando que a participação nas eleições foi de 31% e que, na madrugada de segunda-feira, 83% dos votos estavam apurados.

Segundo a responsável, o PSUV de Maduro e outros partidos pró-governo receberam 3.558.320 votos de um total de 5.264.104 votos, o equivalente a 67%. Os partidos minoritários da oposição obtiveram menos de 20% dos votos, segundo o Conselho Eleitoral.

“Temos uma nova Assembleia Nacional, eleita pelo povo. Uma grande vitória para a democracia e a constituição “, disse Maduro na televisão na manhã de segunda-feira, comemorando os resultados.

Os venezuelanos foram às urnas no domingo para eleger uma nova Assembleia Nacional, já que o mandato atual do órgão legislativo expira no final do ano.

A maioria da oposição venezuelana não participou das eleições, alegando a falta de condições democráticas mínimas. Os líderes da oposição venezuelana relataram uma participação eleitoral muito baixa, apenas 16,1%.

Os dados foram relatados na noite de domingo pela comissão de oposição conhecida como “Observatório contra a Fraude”.

Vários países, incluindo os Estados Unidos, Canadá, Chile e Colômbia, anunciaram que não reconheceriam os resultados eleitorais.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo