América Latina | Ásia

Venezuela: Putin diz que países que apoiam Guaidó são “loucos”

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou na quinta-feira, numa reunião com as agências noticiosas russas, que o Ocidente está “louco” por apoiar um líder da oposição na Venezuela, em detrimento do seu presidente, Nicolás Maduro.

Putin reconheceu que Juan Guaido é “simpático”, mas alertou que o mundo irá mergulhar no caos se não houver regras. “Se adotarmos este caminho de chegar ao poder – um homem entra numa praça, levanta os seus olhos para o céu e declara-se presidente diante de Deus – isso é normal ou não?”, questionou aos chefes de agências de notícias globais num fórum económico em São Petersburgo.

“Bem, então o caos consumirá o mundo”, avisou. “Vamos eleger um presidente dos EUA, um primeiro-ministro britânico, um presidente francês, assim. O que será? Eu tenho vontade de perguntar àqueles que apoiam isso: enlouqueceram?, entendem ao que isso conduz? Deve haver regras ou não?”

Em janeiro, Juan Guaido autoproclamou-se presidente interino da Venezuela, alegando que a reeleição de Nicolas Maduro no ano passado foi ilegítima.

Mais de 50 países que reconheceram a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interino para convocar eleições presidenciais antecipadas — onde se inclui Portugal, grande parte da UE e os EUA —, a Rússia e a China continuam a prestar apoio à Venezuela de Nicolás Maduro.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo