América Latina | Crise | Europa

Venezuela: Representantes de Maduro e Guaido reúnem-se na Noruega

A Noruega vai sediar uma nova ronda de conversações com representantes do presidente Nicolas Maduro e do líder da oposição Juan Guaido na semana que vem em Oslo, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros do país escandinavo em comunicado no sábado.

No comunicado o ministério refere que os delegados do governo e da oposição manterão conversações para levar adiante o processo de negociação.

“A Noruega elogia as partes por seus esforços”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros da Noruega, Ine Eriksen Soreide.

O porta-voz do Ministério recusou-se a divulgar sobre quem irá representar as partes envolvidas.

Também o líder da oposição venezuelana, Juan Guaido, declarou no sábado que vai enviar os seus delegados à Noruega na semana que vem para a primeira reunião com os representantes de Maduro. Eles “vão conversar com o governo norueguês e com representantes do regime”, disse Guaido em comunicado.

Os representantes dos dois lados viajaram para a Noruega na semana passada, mas não se encontraram. Terão recebido convites separados de um grupo de mediadores noruegueses.

A imprensa venezuelana relata que o ministro das Comunicações do país, Jorge Rodríguez, e o governador da província de Miranda, Hector Rodriguez, representaram o presidente Maduro nas negociações iniciais, mas não está claro quem o líder irá enviar a Oslo desta vez.

Guaido tem sido cauteloso sobre as negociações com os representantes de Maduro, enquanto seus defensores insistem numa posição agressiva contra o regime.

No sábado passado Guaido disse aos seus partidários que “ninguém nunca nos vai deixar confusos sobre um falso diálogo”, acrescentando que não houve “negociação” nas reuniões anteriores na Noruega, e que qualquer acordo deve incluir a saída de Maduro.

“Vamos insistir”, garantiu Guaidó. “Porque hoje, combinando todas as nossas estratégias, usando todas as ferramentas que temos, chegaremos ao passo final”, disse, referindo-se a manifestações de rua e múltiplos atos diplomáticos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo