América Latina | Brasil

Venezuela repudia apoio do Ministério das Relações Exteriores do Brasil ao assalto à sua embaixada

O Ministro dos Negócios Estrangeiros venezuelano, Jorge Arreaza, repudiou que o Ministério das Relações Exteriores do Brasil apoie o “assalto violento” à embaixada venezuelana em Brasília por grupos violentos.

Na sua conta na rede social Twitter, o ministro Arreaza declarou “Que vergonha para @ItamaratyGovBr, antes referência para a Diplomacia Mundial, endossa o violento ataque a uma embaixada de um país soberano, a poucos quarteirões da sede da  reunião do # BRICS2019 acontece hoje. Adeus ao prestígio da diplomacia brasileira!”

Anteriormente, o vice-ministro de Comunicação Internacional do Ministério dos Negócios Estrangeiros, William Castillo, informou que uma operação comando liderada por Juan Guaidó, violou a entrada da embaixada e agrediu funcionários diplomáticos venezuelanos, numa ação que viola o Direito Internacional.

A ocupação, contou com o apoio de alguns funcionários da embaixada e levou à intervenção da polícia brasileira para evitar distúrbios  entre partidários de Guaidó e partidários do regime Nicolás Maduro.

Os representantes de Guaidó abandonaram a embaixada ao fim de cerca de 13 horas.

O Brasil reconhece Juan Guaidó como presidente da Venezuela, mas não expulsou a representação diplomática de Maduro.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo