Afeganistão: Encerrados 500 meios de comunicação social

A diretora e fundadora da organização afegã de mulheres jornalistas “Rukshana Media”, Zahra Joya, informou nesta terça-feira, 03 de maio, que “a chegada dos talibãs ao Afeganistão levou ao encerramento de 500 meios de comunicação social e à demissão de 100 jornalistas”

A declaração foi feita à imprensa à margem da cerimónia da entrega do prémio “Liberdade de Expressão 2022” com que Zahra Joya foi distinguida. No evento realizado em Valência, na Espanha, foi mencionado o alto risco que correm as jornalistas que vivem no Afeganistão, uma vez que os talibãs proíbem as mulheres de fazer muitas coisas

A presidente do sindicato, Noa de la Torre, disse que a “Rukshana Media” foi criada em memória de “uma jovem afegã apedrejada até a morte acusada de adultério”. Trata-se de uma organização que visa “contar histórias sobre as mulheres afegãs a partir de uma perspetiva de género”

Durante a ofensiva talibã em 2021, lembrou, “os jornalistas da ‘Rukhshana Media’ tiveram que deixar o país devido ao alto risco que corriam”. As afirmações foram feitas por ocasião do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de maio de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de maio de 2022

Em Portugal o “Público” tem em manchete “Mais de 2500 médicos e enfermeiros saíram do SNS [Serviço Nacional de Saúde]…
Moçambique: Maputo terá mais salas de aulas até junho

Moçambique: Maputo terá mais salas de aulas até junho

Até Junho próximo, as escolas primárias da capital de Moçambique terão a capacidade de acolher mais alunos, no quadro da…
UE considera que segurança em Moçambique avança "na direção certa"

UE considera que segurança em Moçambique avança "na direção certa"

O responsável pela missão de treino militar da União Europeia (UE) para as tropas moçambicanas, vice-almirante Hervé Blejean, considera que…
Angola e Namíbia unem-se em Protocolo de Cooperação Policial

Angola e Namíbia unem-se em Protocolo de Cooperação Policial

Os governos de Angola e da Namíbia decidiram assinar um Protocolo de Cooperação Policial nesta segunda-feira, 02 de maio. O…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin