Afeganistão: Explosão em mesquita causa três mortes e dezenas de feridos

O Afeganistão sofreu um novo atentado nesta sexta-feira, 12 de novembro, novamente em uma mesquita. Desta vez, a zona afetada foi a província de Nangarhar, no leste do país, de acordo com a “Associated Press”. 

Uma bomba explodiu na mesquita durante as orações. Apesar de o ataque ainda não ter sido reivindicado, os talibãs confirmam que se trata de um atentado. 

As fontes locais têm relatos que variam no que diz respeito ao número de vítimas. No entanto, a “Associated Press” avança com pelo menos três mortos e 15 feridos. 

Em reação ao sucedido, o porta-voz do governo, Qari Hanif, declarou que a bomba parece ter sido plantada na mesquita, situada na cidade de Traili. O distrito onde ocorreu o incidente é Spin Ghar, perto de Jalalabad, capital da província. 

Têm sido registados diversos ataques a mesquitas no Afeganistão desde a subida ao poder dos talibãs, a 15 de agosto. Os mesmos têm sido reivindicados pelo ISKP, Estado Islâmico na província de Khorasan, que defende uma “jihad” global e mais rigorosa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin