Afeganistão: Mulheres atacadas com gás pimenta durante protesto

As mulheres afegãs decidiram juntar-se em protesto neste domingo, 16 de janeiro, em Cabul. O objetivo era exigir o direito ao trabalho e à educação, segundo informaram três manifestantes à “AFP”. 

O sexo feminino é aquele que mais tem sofrido desde o regresso do regime talibã ao poder, a 15 de agosto do ano passado. Os talibãs têm colocado restrições aos poucos

Para mostrarem o seu descontentamento, cerca de 20 mulheres reuniram-se em frente à Universidade de Cabul. Houve gritos de “Igualdade e justiça!” e cartazes com frases como “Direitos das mulheres, direitos humanos”

No entanto, a manifestação foi interrompida na altura em que os talibãs chegaram e usaram gás pimenta contra as protestantes para dispersar o grupo. Recorde-se que o grupo islâmico proibiu as manifestações não autorizadas e que o mesmo dispersa à força, com frequência, os actos pelos direitos das mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Senado dos EUA aprova por unanimidade recomendação de romper com o país em caso de golpe

Brasil: Senado dos EUA aprova por unanimidade recomendação de romper com o país em caso de golpe

O Senado dos Estados Unidos aprovou por unanimidade, na noite desta quinta-feira (28/9), uma resolução, apresentada pelo senador Bernie Sanders…
Governo não renova situação de alerta

Governo não renova situação de alerta

“A situação da pandemia permite-nos tomar, com toda a segurança, a decisão de não renovar o estado de alerta no…
Cabo Verde: Lídia Lima declara que mais de 9 mil são idosos e vivem em situação de pobreza extrema

Cabo Verde: Lídia Lima declara que mais de 9 mil são idosos e vivem em situação de pobreza extrema

Segundo Lídia Lima, Secretária de Estado da Inclusão Social que presidiu a abertura da Semana da Pessoa Idosa em São…
Angola mantém cooperação parlamentar com Portugal

Angola mantém cooperação parlamentar com Portugal

A presidente da Assembleia Nacional de Angola, Carolina Cerqueira, reafirmou ao homólogo de Portugal, Augusto Santos Silva, a continuidade da cooperação…