Afeganistão: Sanções norte-americanas piores do que a guerra

O povo afegão continua a sofrer desde que os talibãs assumiram o poder do país, em agosto do ano passado. A partir dessa altura, quando ocorreu a saída das forças militares ocidentais do Afeganistão, o país sofreu severas sanções económicas norte-americanas. 

Estas sanções têm levado a mais pobreza, fome e morte. Segundo as projeções do Programa Mundial de Alimentação das Nações Unidas, no próximo inverno cerca de 23 milhões de pessoas vão passar novamente graves dificuldades para ter uma alimentação apropriada. 

O número representa 55% da população afegã, tratando-se do maior número registado no país até ao momento. Entre as encontra-se um milhão de crianças, com “malnutrição severa” e condições de saúde precárias que podem levar a várias doenças. 

As Nações Unidas concluem que 98% do povo afegão não está a conseguir ter uma alimentação apropriada. 

A maior sanção imposta pelos Estados Unidos da América no Afeganistão é a apreensão de nove mil milhões de dólares em ativos, que estão na posse da Reserva Federal dos Estados Unidos. Trata-se de um valor equivalente a metade da economia total do país asiático, correspondente a 18 meses de importações afegãs, como comida, medicamentos e outros materiais necessários à construção de infraestruturas vitais para a proteção e saúde pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Portugal: 300 alunos ucranianos inscritos oficialmente nas escolas

Portugal: 300 alunos ucranianos inscritos oficialmente nas escolas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, informou que já estão oficialmente inscritos 300 alunos ucranianos em escolas…
Ucrânia: Presidente exige "restauração da integridade territorial"

Ucrânia: Presidente exige "restauração da integridade territorial"

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reafirmou na noite desta quarta-feira, 16 de março, que o país vai continuar a exigir a…
Revista de Imprensa Lusófona de 17 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 17 de março de 2022

A “STP-Press”, agência de notícias de São Tomé e Príncipe, escreve que o “Governo são-tomense vai baixar o preço de…
Moçambique: União Europeia e UNICEF financiam salas de aula no distrito de Chiúre em Cabo Delgado

Moçambique: União Europeia e UNICEF financiam salas de aula no distrito de Chiúre em Cabo Delgado

Através do programa de Reforço da Resiliência por uma educação envolvente aos jovens em escolas afectadas por ciclones, que abrange…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin