Afeganistão: Sanções norte-americanas piores do que a guerra

O povo afegão continua a sofrer desde que os talibãs assumiram o poder do país, em agosto do ano passado. A partir dessa altura, quando ocorreu a saída das forças militares ocidentais do Afeganistão, o país sofreu severas sanções económicas norte-americanas. 

Estas sanções têm levado a mais pobreza, fome e morte. Segundo as projeções do Programa Mundial de Alimentação das Nações Unidas, no próximo inverno cerca de 23 milhões de pessoas vão passar novamente graves dificuldades para ter uma alimentação apropriada. 

O número representa 55% da população afegã, tratando-se do maior número registado no país até ao momento. Entre as encontra-se um milhão de crianças, com “malnutrição severa” e condições de saúde precárias que podem levar a várias doenças. 

As Nações Unidas concluem que 98% do povo afegão não está a conseguir ter uma alimentação apropriada. 

A maior sanção imposta pelos Estados Unidos da América no Afeganistão é a apreensão de nove mil milhões de dólares em ativos, que estão na posse da Reserva Federal dos Estados Unidos. Trata-se de um valor equivalente a metade da economia total do país asiático, correspondente a 18 meses de importações afegãs, como comida, medicamentos e outros materiais necessários à construção de infraestruturas vitais para a proteção e saúde pública.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…