Afeganistão: Talibãs garantem educação e emprego para as mulheres

O governo talibã no Afeganistão quer dar às mulheres o acesso à educação e emprego e conseguir “a misericórdia e compaixão” internacional para milhões de afegãos carenciados, segundo a “Lusa”. 

O anúncio foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão, Amir Muttaqi, numa entrevista dada à  “Associated Press” neste domingo, 12 de dezembro. Segundo o governante, o novo Governo talibã deseja boas relações com todos os países e que não tem qualquer problema com os Estados Unidos da América. 

Assim, voltou a pedir a Washington e às outras nações para que libertassem mais de dez mil milhões de dólares (cerca de 8,8 mil milhões de euros) em fundos que foram congelados quando os talibãs assumiram o poder, a 15 de agosto. 

“As sanções contra o Afeganistão (…) não trazem nenhum benefício. (…) Tornar o Afeganistão instável ou ter um Governo afegão fraco não é do interesse de ninguém”, disse Muttaqi. 

O ministro reconheceu a indignação internacional no que diz respeito às limitações impostas pelos talibãs à educação de meninas e de mulheres e garantiu que isso iria mudar. Em várias partes do país, as alunas entre o 7.º e o 12.º ano ficaram impedidas de ir às aulas quando os talibãs assumiram o poder, tendo também várias funcionárias sido instruídas a ficar em casa. 

Também na altura em que os talibãs governaram o Afeganistão pela primeira vez, entre 1996 e 2001, foi proibido ao sexo feminino frequentar a escola ou ter empregos. Foi igualmente proibida a maior parte do entretenimento e desportos e, ocasionalmente, realizadas execuções em frente a grandes multidões em estádios desportivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin