Afeganistão: Talibãs vão criar exército regular

Os talibãs querem criar no Afeganistão um exército regular “igual ao de outros países”, indica a agência espanhola de notícias “EFE”. Este regime tem trabalhado na criação das suas próprias forças armadas, depois de vencer o exército de 300 mil homens do Governo afegão.

A garantia da criação de Forças Armadas iguais às de outros países foi dada nesta quinta-feira, 06 de janeiro. “Tal como noutros países, também criaremos um exército nacional que terá os grupos necessários, como os comandos e as forças especiais”, informou o porta-voz do Governo de Cabul, Bilal Karimi.

Karimi esclareceu assim os relatos divulgados no país, atribuídos ao vice-ministro da Informação, Zabihullah Mujahid, acerca dos alegados planos dos talibãs para treinar “homens-bomba” como parte das forças especiais do exército.

“A imprensa interpretou mal as palavras de Mujahid. O Emirado Islâmico [como o governo interino talibã se autodenomina] formará um exército nacional para servir o seu país e o povo do Afeganistão”, explicou o porta-voz do Ministério da Defesa do Afeganistão, Enayatullah Khwarzmi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin