Austrália alerta Beijing sobre perigo do conflito no mar do Sul da China

Australia alertou na passada sexta-feira, a China, para que abrande a “militarização das ilhas” para evitar a entrada num conflito. Este aviso ocorre um dia depois de os EUA terem confrontado Beijing por colocar misseis no mar do Sul da China.

A China confirmou na quinta-feira que detém armamento numa das ilhas estratégicas na região, depois de o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, ter denunciado “a crescente presença militar” de Pequim no Mar do Sul da China, a qual vê com “séria preocupação”.

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, afirmou ser imperativo para a prosperidade da região que a China e os Estados Unidos utilizem o direito internacional para resolver as suas disputas.

“Pedimos a todos envolvidos no mar do Sul da China para se absterem de construir nas ilhas, de qualquer tipo de militarização [das mesmas], de qualquer tipo de reivindicação territorial”, disse Turnbull, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo neozelandês, John Key, na cidade australiana de Sydney.

Turnbull afirmou que tanto a Austrália como a Nova Zelândia querem ver um abrandamento da tensão, instando o Presidente chinês, Xi Jinping, a resolver todas as suas disputas nos mares – através dos quais passa um terço do petróleo mundial – por via de meios legais.

O primeiro-ministro neozelandês, John Key, afirmou que as relações económicas das duas nações com a China, um importante parceiro, lhes permitem defender as suas posições contra uma escalada da tensão, publicamente e em privado.

A China insiste que tem direitos de soberania sobre a quase totalidade do Mar do Sul da China, uma via marítima estratégica pela qual passam um terço do petróleo negociado internacionalmente.

Nos últimos meses, tem construído ilhas artificiais capazes de receber instalações militares em recifes do arquipélago Spratly, a sul do Paracel, e alvo de disputa pela China, Vietname, Taiwan, Filipinas, Malásia e Brunei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin