China desenvolve drones militares furtivos

A maior produtora de mísseis da China, a China Aerospace Science and Industry Corp, está actualmente a desenvolver drones militares com capacidades furtivas que podem ultrapassar armamento anti-aéreo, afirma o jornal oficial China Daily.

O anúncio é outro passo no programa de modernização militar chinês. Apesar de afirmar que o projecto não tem objectivo hostil, o director da empresa Wei Yiyin afirmou ao jornal que “os drones se tornaram uma arma indispensável actualmente por que podem ter um papel importante no reconhecimento de alta resolução, ataques cirúrgicos de longa distância, operações anti-submarinas e combate aéreo”.

O director afirmou também que a empresa está a desenvolver drones militares de alcance espacial e de resistência longa.

O jornal afirma que a China Aerospace Science and Industry Corp é a única empresa a produzir mísseis de cruzeiro.

O objectivo chinês passa também por ganhar quota de mercado na área dos drones militares a Israel e aos Estados Unidos com a sua tecnologia mais barata e a sua disponibilidade para efectuar negócios com Estados com os quais o Ocidente não está disponível para negociar.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Paulo Pisco volta a ser presidente da subcomissão das diásporas

Paulo Pisco volta a ser presidente da subcomissão das diásporas

O deputado Paulo Pisco, eleito pelo círculo da Europa para atuar na Assembleia da República de Portugal, foi reeleito, por…
Guiné Equatorial mantém 51.º lugar do IIAG

Guiné Equatorial mantém 51.º lugar do IIAG

A Guiné Equatorial manteve o 51.º lugar no Índice Ibrahim de Governação Africana (IIAG) 2022, de acordo com um relatório…
Angola: BNA estima taxa de inflação entre 9 e 11%

Angola: BNA estima taxa de inflação entre 9 e 11%

O Banco Nacional de Angola (BNA) prevê uma taxa de inflação entre 9 a 11% até ao final de 2023.…
Portugal tem recrutamento a decorrer em Cabo Verde

Portugal tem recrutamento a decorrer em Cabo Verde

A empresa portuguesa de transportes rodoviários Alsa Todi informou esta semana que tem a decorrer o recrutamento de mais 21…