Ásia

Conflito armado na Síria dura há 10 anos

No passado dia 15 de março passaram exactamente 10 anos desde o início da guerra na Síria. Para assinalar a data e evidenciar a necessidade de acção urgente neste território, a UNICEF realizou uma visita virtual aos territórios Sírio e Jordano.

Segundo a organização, actualmente, existem seis milhões de crianças que precisam de ajuda, sendo que muitas delas nasceram já durante a guerra, e o número de relatos de crianças vítimas de sofrimento psicológico duplicou em 2020. A UNICEF realça também que metade das crianças sírias não têm possibilidade de ir à escola, estando privadas de educação, uma vez que as infra-estruturas estão danificadas ou destruídas ou, ainda, servem de abrigo a famílias deslocadas ou para fins militares.

A pandemia COVID-19 veio agravar ainda mais a situação. O número de pessoas necessitadas aumentou 20% apenas no último ano, 65% das famílias não terão acesso a necessidades básicas e quase 80% das pessoas na Síria vivem em situação de pobreza.

Mais de 10.000 crianças morreram ou foram feridas durante os 10 anos de conflito. Cerca de 700 escolas foram atacadas e apenas metade das unidades de saúde estão operacionais. Estes números resultam do trabalho de verificação que as Nações Unidas têm conseguido fazer desde que foi autorizado em 2014.

As consequências da guerra não têm impacto apenas no território sírio. Nos países vizinhos estão registadas, como refugiadas, 2,5 milhões de crianças sírias. Jordânia, Líbano, Turquia, Iraque e Egipto acolhem mais de 80% do total de refugiados sírios em todo o mundo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo