Cruz Vermelha alerta para fome e colapso do sistema de saúde no Afeganistão

A Cruz Vermelha Internacional alerta que o Afeganistão está em risco iminente de ter um colapso nos serviços de saúde, além da fome generalizada. Neste âmbito, considera urgente que o país receba auxílio nas próximas semanas. 

“Mais de 2.000 estabelecimentos de saúde fecharam e cerca de 23.000 trabalhadores da saúde, incluindo 7.000 mulheres, já não são pagos ou tiveram de deixar de trabalhar”, afirmou o diretor para a Ásia-Pacífico da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC, na sigla em inglês), Alexander Matheou. 

O dirigente, que se encontra em Cabul, capital do Afeganistão, avisou igualmente sobre o facto de o país estar a registar uma escassez de alimentos devido à situação económica. Esta foi agravada por uma seca grave e faz com que cerca de 18 milhões de afegãos precisem de assistência humanitária urgente. 

“Estamos profundamente preocupados que o Afeganistão enfrente o colapso iminente dos serviços de saúde e o agravamento da fome se a ajuda e o dinheiro não chegarem ao país dentro de semanas”, acrescentou Matheou. 

Apesar de os profissionais de saúde aceitarem “trabalhar sem salários durante mais algumas semanas” no setor da saúde, o responsável realçou que, “quando não houver medicamentos nem eletricidade, nem nada para oferecer aos doentes, [as unidades de saúde] fecharão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

ONU pede fundos para Afeganistão não ter de vender bebés

ONU pede fundos para Afeganistão não ter de vender bebés

A Organização das Nações Unidas (ONU) apelou novamente à recolha de fundos para o Afeganistão. Este é um pedido urgente,…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de janeiro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de janeiro de 2022

A “Inforpress”, agência de notícias de Cabo Verde, publica “Parlamento: PAICV acusa Governo de aumentar os impostos de ‘forma sorrateira…
Brasil: Bolsonaro anuncia regulação dos projetos de energia éolica em regiões marítimas e em águas abrigadas

Brasil: Bolsonaro anuncia regulação dos projetos de energia éolica em regiões marítimas e em águas abrigadas

O presidente Jair Bolsonaro anunciou terça-feira (24/1) o decreto que regula o empreendimento para geração de energia elétrica por meio…
Brasil: FMI anuncia previsão negativa para o crescimento do Brasil em 2022, apenas 0,3%

Brasil: FMI anuncia previsão negativa para o crescimento do Brasil em 2022, apenas 0,3%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) derrubou as suas previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin