Emissões de CO2 da China atingiram o pico da década

As emissões de combustíveis fósseis aumentaram 14,5% durante os primeiros três meses deste ano na China, de acordo com um novo relatório. Esta é a taxa mais rápida de crescimento de emissões de dióxido de carbono da última década neste país asiático.

A análise do Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo (CREA) baseia-se em dados oficiais da produção nacional, importação e exportação de combustíveis fósseis e cimento. O relatório estima que, comparando com o primeiro trimestre pré-pandêmico de 2019, os primeiros três meses deste ano registraram um crescimento de 9% nas emissões.

Esse aumento empurrou as emissões da China para um novo recorde de quase 12 gigatoneladas de dióxido de carbono durante os últimos 12 meses. Esta é a taxa mais rápida desde o início de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde: Crimes de pedofilia aumentaram 23% em 2021

Cabo Verde: Crimes de pedofilia aumentaram 23% em 2021

Cabo Verde registou em 2021 um aumento de 23% nos crimes sexuais contra menores de 16 anos, comparativamente com o…
Angola: 11 partidos legalmente habilitados para as eleições gerais

Angola: 11 partidos legalmente habilitados para as eleições gerais

Fonte do Tribunal Constitucional de Angola avançou que são 11 os partidos que estão habilitados, até ao momento, a concorrer…
Guiné Equatorial entra hoje oficialmente no Fórum Macau

Guiné Equatorial entra hoje oficialmente no Fórum Macau

A Guiné Equatorial adere oficialmente ao Fórum Macau neste domingo, 10 de abril. O país africano torna-se assim no décimo…
Timor-Leste: MESCC já executou 34% do OGE de 2022

Timor-Leste: MESCC já executou 34% do OGE de 2022

O Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) executou 34% do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2022. A…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin