Ásia | Economia

Indonésia anuncia mais impostos sobre importações para impedir queda da rúpia

A Indonésia vai aumentar os impostos de importação em mais de mil bens de consumo, anunciaram as autoridades na quarta-feira, uma medida do governo para sustentar a moeda do país, a rupia, que caiu nesta semana para o nível mais baixo desde a crise financeira asiática, duas décadas atrás.

O imposto sobre 1.147 bens importados, variando do café a carros de luxo, aumentará entre 7,5 e 10% – dos 2,5 a 7,5% anteriores, disse o ministro das Finanças, Sri Mulyani Indrawati.

“O governo deve tomar medidas para reduzir as vulnerabilidades no balanço de pagamentos”, disse Sri Mulyani em conferência de imprensa, justificando que a medida do governo é necessária depois de os produtos importados terem aumentado mais de 50% em julho e agosto deste ano.

O presidente Joko “Jokowi” Widodo, que vai concorrer a um segundo mandato nas eleições do próximo ano, está sob crescente pressão para intervir depois de a rupia ter caído para quase 15,000 em relação ao dólar americano. A moeda indonésia perdeu cerca de 9% do seu valor este ano.

Jokowi atribuiu a queda da rupia a “uma enxurrada de fatores externos”, incluindo a decisão de Washington de aumentar as taxas de juros, bem como as crises do mercado financeiro na Turquia e na Argentina, que se espalharam pelos mercados emergentes da Ásia.

“Investimentos e exportações devem aumentar, para que possamos resolver o déficit da conta corrente”, disse Jokowi em declarações aos jornalistas na quarta-feira. “Se essas coisas forem resolvidas, o resto será resolvido.”

O saldo da conta corrente da Indonésia – a medida mais ampla do comércio internacional do país – mostrou um déficit de 5,5 mil milhões de dólares, equivalente a cerca de 3% do seu Produto Interno Bruto, no primeiro trimestre deste ano, segundo os analistas económicos. Esses números contribuíram para o caos financeiro.

 

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo