Ásia

Indonésia: Governo proíbe a entrada no país de viajantes de regiões do Irão, Itália e Coreia do Sul

A Indonésia proibirá a entrada e o trânsito de visitantes estrangeiros provenientes das 10 regiões mais atingidas pelo coronavírus no Irão, Itália e Coreia do Sul a partir de domingo (8 de março).

No entanto, os viajantes que partam de outros lugares dos três países terão permissão para entrar se apresentarem um certificado de saúde emitido pelas respectivas autoridades sanitárias dos países que os declararem saudáveis, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, Retno Marsudi na quinta-feira. O certificado sanitário deve ser apresentado às companhias aéreas durante o check-in.

A proibição temporária afetará estrangeiros que tenham estado em Teerão, Qom e Gilan no Irã, Lombardi, Veneto, Emilia Romagna, Marche e Piemonte na Itália e nas províncias de Daegu e Gyeongsangbuk na Coreia do Sul nos últimos 14 dias.

Com base no último relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde), há um aumento significativo nos casos do Covid-19 fora da China em três países – Irão, Itália e Coréia do Sul. Como resultado, para o bem de todos, a Indonésia está a emitir novos procedimentos para viajantes desses países“, disse Retno.

Uma proibição semelhante foi imposta anteriormente aos visitantes da China continental, onde o surto surgiu pela primeira vez, para combater a propagação da epidemia na Indonésia.

Os indonésios que visitaram os três países, especialmente as áreas atingidas severamente, também serão submetidos a um exame de saúde extra à chegada, disse Retno.

O coronavírus infetou mais de 95.700 pessoas em todo o mundo e causou mais de 3.200 mortes.

A Indonésia, a quarta nação mais populosa do mundo, com mais de 260 milhões de habitantes, registou dois casos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo