Pixabay License Grátis para uso comercial Atribuição não requerida

Indonésia: Mais de 5.000 corpos sepultados sob os protocolos Covid-19 em Jacarta

Jacarta sepultou 5.083 corpos sob os protocolos Covid-19 desde que o vírus foi detectado na Indonésia em março, informaram as autoridades da cidade.

A cidade tem atualmente uma média de 26 a 27 enterros Covid-19 por dia, com um aumento significativo desde o início de agosto. Pelo menos 847 corpos foram sepultados sob protocolos do vírus nas últimas três semanas, com um registo recorde diário de 60 enterros na quarta-feira.

O governo exige que tanto os mortos suspeitos, como os confirmados de Covid-19, sejam sepultados de acordo com os protocolos.

O número de enterros é muito maior do que o número oficial de mortes de Covid-19 relatado pelo Ministério da Saúde – que era de 1.296 para Jacarta na segunda-feira – porque o governo exclui as mortes de pacientes suspeitos da contagem oficial, apesar das recomendações da Organização Mundial de Saúde.

Como resultado da capacidade limitada de realização de testes, muitos pacientes suspeitos de terem contraído a doença morreram enquanto esperavam para serem testados ou para receber os resultados do teste.

Número de mortos continua a aumentar

Enquanto o número de mortes continua a aumentar, os cemitérios designados para enterros Covid-19 estão a ficar sobrecarregados. Muitos coveiros estão supostamente a trabalhar 24 horas por dia e alguns não têm acesso a equipamento de proteção individual (EPI).

O cemitério Pondok Ranggon no leste de Jacarta deve ficar sem espaço para os enterros do COVID-19 em outubro. No final de agosto, restava espaço para apenas mais 1.100 corpos na área sul do cemitério de 7.000 metros quadrados.

“A capacidade provavelmente será crítica em meados de outubro”, disse recentemente Nadi, o diretor administrativo do cemitério, conforme citado pelo kompas.com.

Uma média de 180 corpos foram enterrados no cemitério de Pondok Ranggon por semana – 700 a 720 por mês – disse Nadi.

Na segunda-feira, Jacarta, a província mais atingida no país, havia relatado 47.379 casos confirmados de Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

São Tomé e Príncipe: Comissão Económica da ONU em São Tomé

São Tomé e Príncipe: Comissão Económica da ONU em São Tomé

A Comissão Económica da ONU para África está em São Tomé e Príncipe, com o objetivo de discutir com o…
Moçambique: Exoneração do Primeiro Ministro

Moçambique: Exoneração do Primeiro Ministro

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea b) do número…
Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

O Governo angolano está a analisar a possibilidade de fretar um avião com o objetivo de trazer para Luanda os angolanos…
Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, manifestou a solidariedade do seu Governo para com o povo ucraniano, que continua a…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin