Indonésia: Pastor Zanambani morto a tiros por supostos grupos armados da Papuásia

Um grupo armado da província de Papua alegadamente matou a tiros o Pastor Yeremia Zanambani na vila de Hitadipa, subdistrito de Hitadipa, distrito de Intan Jaya, em 19 de setembro, anunciou um porta-voz do Exército Indonésio (TNI).

O pastor morreu após sofrer ferimentos à bala devido aos disparos de criminosos armados na vila de Hitadipa, relatou o porta-voz do Comando de Defesa Regional Conjunto (Kogabwilhan) III, coronel IGN Suriastawa, em comunicado.

Suriastawa negou as alegações divulgadas pelos grupos armados e seus apoiantes nas plataformas das redes sociais de que o padre foi baleado por membros do TNI.

Segundo o porta-voz, os grupos armados e os seus seguidores distorceram intencionalmente o fato para comprometer o TNI e o governo indonésio, nos seus esforços para atrair a atenção pública antes da Assembleia Geral da ONU.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: PAICV critica "falhanço" na política de segurança do Governo

Cabo Verde: PAICV critica "falhanço" na política de segurança do Governo

O PAICV apontou o “falhanço” nas políticas de segurança do Governo cabo-verdiano esta quarta-feira, 11 de janeiro, no Parlamento.  “No…
Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

O Ministério das Finanças de Timor-Leste divulgou dados que indicam que o Estado gastou mais de 57 mil dólares americanos…
Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

No dia 30 de dezembro do ano passado, o então presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deixou o país rumo ao…
Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Cerca de 38 organizações portuguesas e quase 300 pessoas assinaram um documento de apoio ao governo democraticamente eleito do Brasil…