Ásia

Indonésia: Polícia anuncia detenção de seis suspeitos do assassinato de jornalista em Sulawesi Ocidental

A polícia da Indonésia anunciou a detenção de seis suspeitos do assassinato de um jornalista em Central Mamuju, Sulawesi ocidental, ocorrido em agosto.

“Uma força conjunta prendeu os suspeitos no caso de assassinato de um jornalista chamado Demas Laira”, anunciou o chefe da Unidade de Investigação Criminal da Polícia Nacional (Bareskrim) em comunicado. A força conjunta era formada por agentes de Bareskrim, da Polícia de Sulawesi ocidental e da Polícia de Sulawesi do sul, informou.

Os seis suspeitos, identificados como Syamsul, 32; Nawir, 30; Doni, 20; Haerudin, 18; Ilham, 19; e Ali Baba, 25, foram presos em três locais: na regência de Pohuwato, na província de Gorontalo, bem como nas regências de Central Mamuju e Pasangkayu, em Sulawesi Ocidental.

“Os suspeitos cometeram o crime com base no ressentimento da vítima, que [supostamente] havia humilhado a irmã mais nova de Syamsul, chamada Kartika”, refere a nota.

Os seis são acusados de agressão física e assassinato nos termos dos artigos 170, 338 e 351 do Código Penal, que preveem a pena máxima de 15 anos de prisão.

Demas Laira, 28, foi encontrado morto na beira da estrada de Jl. Trans Sulawesi na localidade de Salobijau, distrito de Karossa, Mamuju central, em 20 de agosto, com 17 facadas no peito, costas, estômago e braços.

Quando foi encontrado, Demas tinha consigo a sua moto, carteiras de jornalista de diferentes meios de comunicação online, bilhete de identidade, carta de motorista e vários cartões de multibanco.

Moradores próximos do local testemunharam ter ouvido gritos de socorro antes de ser encontrado o corpo de Demas no chão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo