Ásia | Segurança

Indonésia: Polícia atinge a tiro homem que empunhava símbolo do Estado Islâmico

As forças de segurança indonésias feriram um homem que carregava facas, empunhava um símbolo do Estado Islâmico e suspeitava-se também que o mesmo transportava explosivos, depois de ter atacado oficiais em Jacarta na passada terça-feira, revelou fonte oficial.

O homem foi atingido três vezes depois de ter esfaqueado agentes da polícia num cruzamento movimentado em Tangerang, uma cidade satélite fora da capital, segundo contou o porta-voz da polícia de Jakarta, Awi Setiyono, à AFP.

Setiyono referiu que o autor do ataque lançou dois dispositivos sobre os agentes que possivelmente eram bombas embora nenhuma se tenha detonado, e exibiu um símbolo do Estado Islâmico durante o ataque.

O autor do ataque – que se acredita que seja membro de um grupo extremista local – carregava também um turbante, acrescentou.

A polícia tem sido alvo de múltiplos ataques extremistas na Indonésia, um país que tem lutado contra o radicalismo islâmico.

Em janeiro, agentes da polícia foram atacados por homens armados e bombistas suicidas num posto de tráfego em Jacarta. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque que matou 4 civis, 4 militantes e feriu vários oficiais da polícia.

Polícias e militares também foram mortos em ataques extremistas numa parte remota de Sulawesi, onde durante anos um grupo rebelde tem prosseguido com ações contra as forças de segurança.

Desde o ano 2000 que a Indonésia tem sofrido vários ataques terroristas, incluindo o ataque em Bali em 2002 que tirou a vida a mais de 200 pessoas, a maior parte das quais eram turistas.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo