Ásia | Segurança

Irão enfrenta problemas de segurança nas fronteiras

Os tumultos no médio oriente desestabilizaram mais de metade das fronteiras do Irão, avisa o General Mohammad Pakpour, comandante do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica (IRGC).

“Cerca de 60% das nossas fronteiras exteriores não são controladas pelos países vizinhos, mas sim por elementos terroristas” declarou Pakpour nas comemorações do IRGC a 18 de Fevereiro, descrevendo a situação como “turbulenta e caótica”.

Pakpour adiantou que há pouca segurança em várias cidades iranianas na fronteira ocidente com o Iraque. De acordo com o general, perto da cidade iraniana Sardasht, no noroeste do país, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) marca presença e não há “sinais” de militares iraquianos. Acrescentou, ainda, que também existem grupos terroristas do lado da fronteira do Irão.

Relativamente à fronteira de leste, com o Paquistão, o governo paquistanês não tem “presença efetiva” e há grupos terroristas no local. O general referiu a presença de elementos talibãs e do Estado Islâmico na fronteira com o Afeganistão, sem que o governo tenha controlo na situação.

Desde 2007-2009 o Irão intensificou o combate a grupos de terroristas nas suas fronteiras.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo