Japão: Nível recorde de radiação observada em Fukushima

A empresa Tepco, operadora da central nuclear de Fukushima, anunciou ter observado níveis recorde de radiação e um furo numa parte metálica dentro do sarcófago do reator número 2.

Uma pequena câmara foi introduzida no final de janeiro neste aparelho e as filmagens permitiram deduzir que, numa parte do sarcófago, “a radiação pode alcançar 530 sieverts por hora”. Um homem exposto a uma radioatividade deste nível morreria praticamente no mesmo momento.

“Há uma margem de erro em que o nível pode ser inferior em cerca de 30%, mas permanece alta”, confirmou por telefone à AFP um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco) Tatsuhiro Yamagishi. O recorde anterior, estabelecido em 2012, noutra parte do reator número 2, foi, segundo a Tepco, 73 Sieverts.

“O nível extremamente elevado de radiação medido no local, se for exato, pode indicar que o combustível não está longe e que não está coberto por água”, afirmou ao canal televisão NHK Hiroshi Miyano, professor da Universidade Hosei, que preside uma comissão de estudos para o desmantelamento da central nuclear.

Além disso, um orifício com um metro de largura foi encontrado numa plataforma de metal localizada no recipiente que contém o núcleo do reator.

“Pode ter sido causado pela queda do combustível que teria derretido e perfurou o tanque, mas ainda é uma hipótese neste momento”, disse o porta-voz.

“Acreditamos que as imagens recolhidas neste momento são informações valiosas, mas ainda temos que investigar”, disse Yamagishi.

A Tepco já tinha apresentado no início desta semana outras imagens captadas no mesmo dia, no sistema de reator  2, verificando pela primeira vez a possível presença de combustível fundido.

O reator 2 é, como o 1 e o 3, um dos mais danificados e responsável pela libertação maciça de substâncias radioativas para a vida selvagem após pôr em perigo a região devido ao enorme tsunami de março de 2011.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

NASA vai medir emissões de calor nos polos no planeta Terra

NASA vai medir emissões de calor nos polos no planeta Terra

A missão PREFIRE (Polar Radiant Energy in the Far-InfraRed Experiment), iniciada recentemente pela NASA, a agência espacial dos Estados Unidos…
Angola: PRS aumenta interação em Benguela

Angola: PRS aumenta interação em Benguela

O Partido de Renovação Social (PRS) iniciou recentemente um conjunto de ações de constatação e interação com os secretariados municipais,…
Goa: Ministro-chefe garante que Estado está preparado para as monções

Goa: Ministro-chefe garante que Estado está preparado para as monções

O Ministro-chefe de Goa, Pramod Sawant, afirmou, esta semana, que o estado costeiro está preparado para enfrentar a próxima temporada…
Moçambique: Mega-projetos causam prejuízo de 24.7 mil milhões de meticais

Moçambique: Mega-projetos causam prejuízo de 24.7 mil milhões de meticais

Os Projetos de Grande Dimensão e as Concessões Empresariais, geralmente conhecidos como “mega-projetos”, registaram em 2023 um prejuízo de 24.755,45…