Ásia | Segurança

Líder do grupo Abu Sayyaf morto em confrontos no sul das Filipinas

Um líder do grupo Abu Sayyaf, aliado à Al Qaeda e próximo do Estado Islâmico, assim como outro membro do movimento terrorista, foram mortos durante confrontos com as forças do governo na ilha de Basilan em Mindanao no sul das Filipinas.

Filemon Tan, porta-voz do comando das forças armadas de Mindanao Ocidental, identificou o responsável do grupo Abu Sayyaf morto como Eric Ajibon e descreveu-o como um “especialista na fabricação de explosivos, responsável por uma série de ataques à bomba contra as forças governamentais e estabelecimentos comerciais em Basilan”. Tan confirmou também que pelo menos 13 outras pessoas – cinco soldados, dois milicianos e seis militantes – foram feridos durante os confrontos que ocorreram numa aldeia na região de Al Barka em Basilan.

Soldados e milicianos foram enviados para a aldeia Al Barka depois de um pedido de ajuda lançado pela população local que assinalou a presença de cerca de 40 homens fortemente armados sob o comando de Isnilon Hapilon, líder do grupo terrorista Abu Sayyaf em Basilan.

“A troca de tiros durou 30 minutos e tiros esporádicos prosseguiram durante três horas até os combatentes fugirem, deixando para trás dois camaradas mortos”, disse Tan. Os sete soldados e milicianos feridos foram atingidos por estilhaços de granadas lançadas pelos militantes de Abu Sayyaf durante os combates.

Basilan é uma das duas províncias da ilha Mindanao onde os militantes do grupo Abu Sayyaf operam com frequência.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo