Moldávia ameaça retirar cidadania aos que lutarem pela Rússia

A Presidente da Moldávia, Maia Sandu, anunciou que o país pode retirar a cidadania daqueles que vão lutar pela Rússia na Ucrânia

Segundo a dirigente, há o risco de algumas pessoas com dupla cidadania, moldava e russa, serem convocadas para combater na guerra. 

“Para evitar que isso aconteça, estamos a analisar a possibilidade de aplicar o processo de revogação da cidadania moldava para aquelas pessoas (com passaporte russo) que lutam ao lado do agressor”, explicou, citada pela “Reuters”. 

“Também estamos a analisar a possibilidade de tornar a punição mais dura para os cidadãos moldavos (sem passaporte russo) que estão nas fileiras das forças armadas do agressor”, acrescentou.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…