Ásia

Morreu Iman, o último rinoceronte de Sumatra da Indonésia

Iman, o último espécime de rinoceronte-de-sumatra, morreu no final de semana na Malásia, segundo os seus cuidadores.

Esta fêmea de 25 anos morreu às 5:35, horário local, em Bornéu, de um cancro fulminante de que sofria desde 2014. Vários tumores na bexiga causaram a sua morte muito antes do previsto.

“Mesmo sabendo que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde, estamos muito tristes com as notícias”, declararam os cuidadores.

A morte da fêmea Iman ocorreu seis meses após a morte do último macho dessa espécie, chamado Tam.

O rinoceronte-de-sumatra (Dicerorhinus sumatrensis) já viveu em territórios que variam do leste da Índia até ao extremo da Malásia.

Esta variedade é a menor da família dos rinocerontes e pode pesar entre 600 e 800 kg. Para se ter uma ideia, um rinoceronte branco pode pesar mais de três toneladas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo