ONU avisa sobre risco de conflito e mais pobreza no Afeganistão

O representante especial adjunto do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Afeganistão, Markus Potzel, afirmou que a repressão imposta às mulheres no país indica uma indiferença perante os direitos de mais de 50% da população e um eventual isolamento internacional. 

O responsável, de origem alemã, alertou para o risco de um possível conflito interno e o agravamento da pobreza no Afeganistão se o regime talibã não responder rapidamente à crise económica que o país atravessa. Neste sentido, pediu ao regime uma resposta à crise e apelou aos doadores 804 milhões de euros para apoiar os preparativos para o inverno. 

Segundo a “Lusa”, foi no Conselho de Segurança da ONU que Potzel mencionou que algumas das “conquistas reivindicadas e reconhecidas” pelo regime talibã estão a desvanecer-se. A fonte indicou o crescimento de confrontos armados, atividades criminosas e ataques terroristas de alto perfil. 

Markus Potzel destacou o grupo fundamentalista Estado Islâmico, que nos últimos meses assumiu a autoria dos assassinatos de figuras próximas do regime, além de ataques a embaixadas estrangeiras e disparo de foguetes contra países vizinhos a partir do Afeganistão. Recorde-se que o Estado Islâmico mantém há muito tempo uma campanha contra os muçulmanos xiitas e minorias étnicas. 

Potzel lembrou ainda que a ONU pediu apoio humanitário no valor de 4,4 mil milhões de dólares (4,6 mil milhões de euros), tendo recebido apenas 1,9 mil milhões (1,99 mil milhões de euros), o que “é alarmante”.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…