ONU pede a talibãs fim das execuções públicas no Afeganistão

A Organização das Nações Unidas (ONU) pede aos talibãs do Afeganistão que acabem com as execuções, os apedrejamentos e os açoitamentos em público. 

O pedido foi feito através de um relatório da ONU, divulgado esta segunda-feira, 08 de maio. Estes casos ocorrem desde que os talibãs regressaram ao poder, em agosto de 2021. 

Nos últimos seis meses registaram-se chicotadas públicas de 274 homens, 58 mulheres e dois meninos, de acordo com um relatório da Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão (UNAMA, na sigla em inglês). 

“O castigo corporal é uma violação da Convenção contra a Tortura e deve terminar”, defendeu a chefe de direitos humanos da UNAMA, Fiona Frazer, que solicitou ainda uma moratória imediata sobre as execuções. 

Em reação ao pedido, o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão declarou que as leis afegãs são determinadas consoante as regras e diretrizes islâmicas e que a grande maioria dos afegãos segue essas regras. 

“No caso de um conflito entre a lei internacional de direitos humanos e a lei islâmica, o governo é obrigado a seguir a lei islâmica”, sublinhou o ministério, através de um comunicado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

João Lourenço, que é Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês), defendeu…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

No Brasil o portal de notícias “globo.com” refere que “Tragédia no RS é usada para golpes de anúncios falsos e…
Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Sayyed Hassan Nasrallah, o Secretário-Geral do Hezbollah, deu um discurso aos seus apoiantes, na passada sexta-feira, com críticas e ameaças…
Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Um grupo de cientistas do British Antarctic Survey descobriu que os níveis recorde de gelo marinho, na Antártida, em 2023,…