Ásia | Ciência | Médio Oriente

Poeira do Oriente Médio intensifica as monções de verão no subcontinente indiano

Um novo estudo da Universidade de Kansas publicado na Earth-Science Reviews oferece uma visão sobre um dos sistemas de monção mais poderosos do mundo: a monção de verão indiano. O estudo detalha como a monção, de vital importância social e económica para as pessoas da região, é sobrecarregada por partículas de poeira atmosférica varridas pelos ventos dos desertos do Oriente Médio.

“Nós sabemos que a poeira vinda do deserto, quando levantada por ventos fortes na atmosfera, pode absorver a radiação solar”, disse o autor principal Qinjian Jin, “A poeira, após absorver a radiação solar, fica muito quente. Essas partículas de poeira suspensas na atmosfera podem aquecer a atmosfera, o suficiente, para que a pressão do ar mude – e isso pode resultar em mudanças nos padrões de circulação, como os ventos.”

“A monção do verão indiano é caracterizada por fortes ventos no verão”, disse Jin. “Assim, uma vez que os ventos mudem, o transporte da humidade do oceano para a terra mudará e, conseqüentemente, aumentará a precipitação. A precipitação é muito importante para as pessoas que vivem no sul da Ásia, especialmente na Índia, e importante para a agricultura e água potável.”

Enquanto que a poeira do Oriente Médio aumenta o poder das monções no subcontinente indiano, há também um efeito reverso que resulta num ciclo de feedback positivo, onde as monções podem aumentar os ventos no Oriente Médio para produzir ainda mais aerossóis de poeira.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo