Ásia

Índia: Após vários dias de protestos violentos, casta Jat aceita proposta do governo

Os protestos dos indianos que reivindicam melhores condições para a sua casta, afirmaram na segunda-feira que aceitaram uma proposta do governo com o objectivo de pôr fim aos motins que provocaram pelo menos 19 mortos, enquanto as tropas recuperaram o controlo do canal que abastece a maior parte da água de Delhi, a capital indiana com uma população de 17 milhões de pessoas.

As autoridades do estado Haryana, no norte da Índia, vizinho de Delhi, declararam que esperam restabelecer a ordem depois de aparentemente terem chegado a um acordo com a casta rural Jat.

Os integrantes desta casta protestam há vários dias para exigir postos de trabalho na função pública e vagas nas universidades para seus filhos, de acordo com a France Presse.

Os manifestantes atacaram lojas, autocarros e fabricantes de automóveis. Incendiaram casas, estações de caminhos de ferro e bloquearam autoestradas. Pelo menos 19 pessoas morreram e 200 ficaram feridas nos protestos.

Os Jat são uma comunidade tradicionalmente rural que representa 29% da população do estado de Haryana. Em março de 2014, o governo indiano determinou a reserva de vagas para a casta em todo o país, mas a decisão foi anulada pelo Tribunal Supremo do país.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo