Rússia fornece armas à Arménia

A Rússia anunciou os detalhes de um novo carregamento de armas que está a preparar para a Arménia, uma situação rara que pode estar relacionada com a tensão entre a Rússia e a Turquia.

Na semana passada, o governo russo anunciou ter disponibilizado um crédito de 183 milhões de euros à Arménia para comprar equipamentos, incluindo sistemas de lançamento múltiplo de mísseis, mísseis anti-tanque, mísseis antiaéreos portáteis e para melhorar os tanques.

Não foram divulgadas a quantidade de armas que foram adquiridas, pois é a prática normal do fornecimento de armas russas à Arménia, disse Emil Sanamyan, analista que acompanha os assuntos militares do Cáucaso.

No geral, a Arménia prefere manter em segredo o armamento que está a adquirir, em parte para manter o seu rival, o Azerbaijão, desprevenido, mas também porque provavelmente está a adquirir muito menos do que refere e portanto tem pouco a ganhar com a ostentação. O Azerbaijão, por outro lado, tende a exagerar no que diz que compra em termos de armamento num esforço para intimidar o seu rival.

Esta política deve-se à tensão permanente da Rússia com a Turquia e a intenção de enviar uma mensagem pública de que continua a exercer pressão sobre Ancara, mesmo quando está a levar a cabo políticas que foram trabalhadas antes do conflito que eclodiu no ano passado, disse Sanamyan numa entrevista.

A tensão entre a Arménia e o Azerbaijão continua. No início deste mês, oficiais de inteligência dos Estados Unidos da América disseram que, com a tensão a aumentar entre os dois países, poderá eclodir uma guerra sobre o disputado território de Nagorno Karabakh, e também devido ao declínio das condições económicas no Azerbaijão.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: MpD congratula-se com distinção de país africano mais livre

Cabo Verde: MpD congratula-se com distinção de país africano mais livre

O Movimento para a Democracia (MpD) regozijou-se nesta segunda-feira, 30 de janeiro, pelo facto de Cabo Verde ter recebido a…
Moçambique: Nyusi dirige abertura oficial do ano letivo

Moçambique: Nyusi dirige abertura oficial do ano letivo

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, vai dirigir a abertura oficial do ano letivo nesta quarta-feira, 01 de fevereiro. …
Timor-Leste e ASEAN traçam linhas de adesão em Jacarta

Timor-Leste e ASEAN traçam linhas de adesão em Jacarta

O Governo timorense informou nesta terça-feira, 31 de janeiro, que Timor-Leste e os países-membros da Associação de Nações do Sudeste…
Angola: BD elege novo vice-presidente

Angola: BD elege novo vice-presidente

O Conselho Nacional do Bloco Democrático (BD) elegeu Nelson Guerra Pestana para vice-presidente do partido. Justino Pinto de Andrade deixa…