Rússia: Russos incendeiam postos de recrutamento militar

Alguns russos decidiram incendiar postos de recrutamento desde o início da mobilização parcial de reservistas decretada pelo Presidente do país, Vladimir Putin, nesta quarta-feira, 21 de setembro, para combaterem contra a Ucrânia. 

Ainda segundo a comunicação social local, vários centros de recrutamento militar foram atacados com ‘cocktails’ Molotov. 

Os actos de revolta foram registados em várias zonas do pais, entre as quais São Petersburgo, Khabarovsk, Amur, Nizhny Novgorod, Orenburg e Zabaikal. 

Milhares de russos continuam a tentar deixar o país por não quererem participar na guerra. A mobilização parcial decretada por Putin deverá envolver 300.000 reservistas. 

Mais de 1.300 pessoas foram detidas na quarta-feira em diversas cidades da Rússia, em protestos contra a guerra. Sabe-se que, mesmo assim, a oposição ao Kremlin convocou uma nova manifestação para sábado, 24 de setembro.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…