Ásia | Diplomacia | Economia

TAPI, a «Nova Rota da Seda» vai ligar as regiões economicamente mais afastadas do mundo

No passado dia 13 de dezembro foi inaugurado no Turcomenistão o maior gasoduto do mundo, com 1.800 quilómetros de extensão. O projeto TAPI foi planeado por mais de duas décadas e permite o transporte de gás desde o Turcomenistão para o Afeganistão, Paquistão, e Índia (TAPI).

A cerimónia teve lugar perto da antiga «Rota da seda» que ligava a Ásia Média e Central ao Médio Oriente e Mediterrâneo, como menção à possibilidade do crescimento económico que o gasoduto representa para o centro e sul da Ásia, agora denominado como a «Nova Rota da Seda».

O investimento ascende aos 7,6 bilhões de dólares (7 bilhões de euros) e foi assegurado pelos líderes dos quatro países envolvidos, o vice-presidente da India, o primeiro-ministro paquistanês, e os presidentes do Afeganistão e Turcomenistão.

O projeto de um gasoduto que ligasse o Mar Cáspio à Índia esteve planeado desde o início dos anos 90. Inicialmente liderado pela americana Unocal e com o apoio dos EUA, os ataques sucessivos da Al-Qaeda aos interesses norte-americanos impediram a sua realização.

Anos mais tarde, a iniciativa foi retomada pela companhia estatal do Turcomenistão, Turkmengaz, e também com um forte apoio do governo dos EUA, tendo em vista o desenvolvimento económico na Ásia central e do sul, com o benefício acrescido de contornar o controlo russo do gasoduto.

Economicamente os quatro países envolvidos vão ser beneficiados, com a esperança adicional de que o gasoduto seja um catalisador de paz, ajudando a estabilizar o Afeganistão, enquanto cria uma proximidade entre os rivais India e Paquistão.

Embora a Turkmengaz espere que TAPI fique concluído em 2019 e que movimente 33 mil milhões de metros cúbicos de gás natural, por ano, as condições de segurança no Afeganistão e Paquistão colocam alguns receios no investimento.

Os quatro países que fazem parte do TAPI progrediram politicamente ao criar um projecto de benefício mutuo, mas a cerimónia de inauguração foi simbólica e os próximos anos serão fundamentais para o desenvolvimento do projeto.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo