AIE avisa que Europa corre o risco de não ter gás no inverno

A Agência Internacional de Energia (AIE) alertou nesta quinta-feira, 03 de novembro, que a Europa corre o risco de ter falta de gás no inverno de 2023-2024. 

Neste sentido, a entidade apelou aos governos para “agirem imediatamente” e diminuírem a procura. Caso contrário, cerca de 30 mil milhões de metros cúbicos de gás poderão vir a faltar no próximo ano. 

Isso acontecerá se acontecer uma paragem total das entregas vindas da Rússia e também se houver a recuperação económica da China, que absorverá uma larga parte do gás natural liquefeito (GNL). 

De acordo com o diretor da AIE, Fatih Birol, as reservas europeias estarão apenas a 65% no início do inverno de 2023-2024. Atualmente, encontram-se nos 95%.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…