Economia | Europa

Air France: 130 000 passageiros poderão ser afetados com uma greve a 27 de julho

Entre 27 de julho e 2 de agosto, mais de 1000 voos podem ser afetados pelo pré-aviso de greve do sindicato de hospedeiras e comissários de bordo da Air France.

Em pleno pico de afluência aos aeroportos, o sindicato dos trabalhadores da Air France interpôs um pré-aviso de greve de uma semana  de 27 julho a 2 agosto. A gestão lamenta o período escolhido para esta ação.

O ponto de discórdia com a gestão da companhia aérea decorre desde meados de abril. O sindicato quer o prolongamento dos contratos e nomeadamente em matéria de condições de trabalho em cinco anos, enquanto a direção propõe uma extensão apenas 17 meses.

Esta greve está prevista para o meio do verão, num período de alto tráfego nos aeroportos, onde 130 000 a 150 000 passageiros estão previstos para embarcar em 1000 voos da Air France programados para essa semana.

As consequências desta greve devem ser divulgadas esta segunda-feira.

O sindicato prevê  uma adesão histórica que já atinge 55% e poderá atingir pelo menos 70% desde o primeiro dia.

Ontem, domingo, o CEO da Air France, Frédéric Gagey, pediu aos sindicatos que “retomem o diálogo”. “Não se convoca uma greve para tal período, correndo o risco de prejudicar a recuperação da Air France”, lamentou em entrevista ao Le Parisien.

Segundo o diretor, os voos de longo curso serão “os mais preservados”, os de “curto e médio curso podem ser os mais afetados.”

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo