Europa | Segurança

Alemanha: Ministro acredita que agressões sexuais em Colónia foram planeadas

O Ministro alemão da Justiça, Heiko Maas, declarou este fim-de-semana estar convencido de que as agressões sexuais registadas na véspera de Ano Novo em Colónia foram planeadas.

“Quando uma multidão se reúne para cometer crimes, parece ter de ter sido planeado de alguma forma. Não me podem dizer que não foi coordenada ou preparada”, declarou Heiko Maas, numa entrevista ao semanário “Bild am Soontag”, citado pela agência EFE.

Os últimos dados da polícia de Colónia indicam terem havido 379 denúncias de alegados crimes na estação de comboios de Colónia durante a noite de 31 de Dezembro, 40% das quais motivadas por agressões sexuais, sendo a maioria dos alegados responsáveis oriunda de países do norte de África.

Quanto às às várias acusações de que terão sido refugiados a cometer as agressões, o governante defendeu que “não faz sentido nenhum”. “Presumir a partir da origem de uma pessoa que ela é mais ou menos propícia a cometer crimes, é algo irresponsável”, disse.

De acordo com o jornal, a polícia está a investigar as mensagens enviadas através das redes sociais nos dias que antecederam o ano novo e ainda a presença de pessoas vindas da área circundante e também de países vizinhos, como Bélgica, Holanda e França.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo