Célula terrorista que levou a cabo atentado de Paris possuía video do diretor do programa nuclear belga

Na sequência dos atentados em Paris, numa das buscas efectuadas em  Bruxelas, na Bélgica, a polícia encontrou um vídeo de 10 horas que mostra o diretor do programa nuclear da Bélgica a sair e entrar em casa.

O procurador belga já confirmou a existência de “imagens referidas pela imprensa relativas a uma pessoa ligada à industria nuclear”, recusando divulgar a identidade, segundo o jornal Dernier Heure.

A câmara oculta foi depois levada por dois sujeitos num carro com vidros fumados e faróis apagados.

Os investigadores não sabem a data exata em que a gravação foi feita mas não duvidam que os suspeitos têm ligações a célula terrorista responsável pelos atentados de 13 de novembro em paris que fez 130 mortos e 350 feridos

De acordo com o jornal belga o grupo estaria a planear um ataque contra as centrais nucleares belgas. A segurança foi por isso reforçada.

Há muito que os serviços secretos temem que o Daesh tenha acesso a material radiativo e que possa construir uma bomba suja.

A agência federal belga para o controlo nuclear reconheceu o interesse do ocorrido mas sublinhou a importância em não revelar a identidade da pessoa ou da propriedade envolvidas para não por em perigo nem a investigação nem o individuo e a sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin