Josep Borrell, Alto Representante para os Negócios da União EuropeiaEstrangeiros

Borrell não quer “colocar a China e a Rússia no mesmo nível”

O Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, declarou que os países ocidentais devem diminuir a sua dependência da China

“Está claro que a China está a consolidar uma nova era de política externa, e interna também, e está a tornar-se muito mais assertiva, muito mais autossuficiente”, observou nesta sexta-feira, 04 de novembro, tendo sido citado pela “Reuters”. 

Borrell salientou que “é claro” que o Ocidente “quer reduzir a dependência” da China. No entanto, não quer que o gigante asiático seja colocado na mesma categoria da Rússia. 

“Queremos abordar as nossas vulnerabilidades, fortalecer a nossa resiliência. Mas, neste momento, muitos Estados-membros têm uma forte relação económica com a China e acho que não podemos colocar a China e a Rússia no mesmo nível”, concluiu. 

As afirmações foram feitas aos jornalistas à margem da reunião com os colegas do G7 na cidade alemã de Muenster.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…