Contactos de telemóveis em ataques de Paris sugerem coordenação estrangeira

Os terroristas que mataram 130 pessoas em Paris em novembro estavam em contacto por telemóvel com pelo menos uma pessoa na Bélgica durante os ataques, sugerindo que podem ter sido coordenados ou monitorizados a partir do estrangeiro, durante o ataque, de acordo com relatórios da polícia francesa sobre a investigação.

Os relatórios sobre as conexões dos telemóveis vêm depois de semanas de crescente evidência dos laços entre a Bélgica e os atacantes em França. Também levantam questões sobre a amplitude da rede terrorista que envolve os atacantes e desafiam o pressuposto de que um deles, Abdelhamid Abaaoud, foi o principal organizador dos atentados em Paris. O novo relatório levantou a questão de saber se Abaaoud estava no comando ou se estava sob o comando de alguém mais experiente.

Um dos relatórios da polícia, que apareceu pela primeira vez no jornal francês Le Monde na quarta-feira, afirma que os telemóveis usados ​​por duas das três equipas de atacantes tinha comunicado com dois números no mesmo local na Bélgica durante os ataques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

A ilha cabo-verdiana de Santo Antão registou uma redução “drástica” no número de turistas em 2020, uma vez que foram contabilizados apenas 12.620 no ano passado. Este…
Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

O Banco Mundial (BM) prevê que a economia moçambicana recupere gradualmente ainda neste ano de 2021. No entanto, alerta para os riscos significativos de uma queda, devido à incerteza sobre o caminho…
Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

O Procurador-Geral da República de Timor-Leste, Alfonso Lopez, informou que o Ministério Público registou 2.577 casos pendentes a nível nacional. O anúncio foi…
Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin