Escócia admite novo Referendo sobre a Independência em 2018

Nicola Sturgeon, Primeira ministra escocesa, afirmou que o seu país pode vir a realizar um segundo referendo à sua independência no Outono de 2018, meses antes da previsível saída do Reino Unido da União Europeia.

A ameaça de uma segunda votação pela independência aumenta também a pressão sobre a primeira ministra Teresa May numa altura em que esta se prepara para iniciar negociações formais com os outros 27 membros da União Europeia no contexto do Brexit.

Sturgeon avançou com a data de Outono de 2018 para a votação, afirmando que nessa altura já haverá alguma ideia mais concreta da negociação sobre o Brexit. “Nessa altura, acho que é de senso comum que a Escócia deve ter a hipótese de escolher se o caminho que preferimos é sair da União Europeia ou mantermo-nos”, afirmou a primeira ministra escocesa.

 

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Paulo Pisco volta a ser presidente da subcomissão das diásporas

Paulo Pisco volta a ser presidente da subcomissão das diásporas

O deputado Paulo Pisco, eleito pelo círculo da Europa para atuar na Assembleia da República de Portugal, foi reeleito, por…
Guiné Equatorial mantém 51.º lugar do IIAG

Guiné Equatorial mantém 51.º lugar do IIAG

A Guiné Equatorial manteve o 51.º lugar no Índice Ibrahim de Governação Africana (IIAG) 2022, de acordo com um relatório…
Angola: BNA estima taxa de inflação entre 9 e 11%

Angola: BNA estima taxa de inflação entre 9 e 11%

O Banco Nacional de Angola (BNA) prevê uma taxa de inflação entre 9 a 11% até ao final de 2023.…
Portugal tem recrutamento a decorrer em Cabo Verde

Portugal tem recrutamento a decorrer em Cabo Verde

A empresa portuguesa de transportes rodoviários Alsa Todi informou esta semana que tem a decorrer o recrutamento de mais 21…