NATO destaca o empenho da Sérvia para a segurança e estabilidade regional

Durante a sua visita à Sérvia, o General Petr Pavel, Presidente do Comité Militar da NATO, reconheceu a melhoria nas relações entre a NATO e a Sérvia e a importância da cooperação e do diálogo numa forte parceria.

O presidente reuniu-se com o general Diković, Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Sérvia, com Ivica Dacic, Primeiro-Ministro, com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Zoran Đorđević, e com o Ministro da Defesa, Igor Bečić.

Durante a última década, a NATO e a Sérvia têm partilhado um interesse comum: construir os Balcãs de forma estável, segura e próspera. Isso tem sido possível através de mútuo respeito, de diálogo e cooperação, designadamente através do respeito integral por parte da NATO pela política de neutralidade da Sérvia. A cooperação entre a NATO e a Sérvia foi recentemente reforçada com a assinatura do Plano de Acção Individual de Parceria (PAIP) em 2015 e com a implementação do novo Fundo Fiduciário em 2016.

O PAIP permite à NATO continuar a apoiar a Sérvia em elementos centrais de defesa e segurança. Outras áreas de atividade do PAIP incluem a cooperação regional, a luta contra o terrorismo, a defesa cibernética, e o controlo democrático das forças armadas, planeamento civil de emergência e protecção de informação classificada.

O projeto do Fundo Fiduciário é um projeto em que os Aliados da NATO e os parceiros ajudam, voluntariamente, um país para enfrentar um desafio particular. Neste caso, o fundo fiduciário irá ajudar a Sérvia a eliminar de forma segura até 2000 toneladas de munição excedente.

Durante a sua conferência de imprensa com o general Diković (Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas da Sérvia), o general Pavel destacou o esforço contínuo de “interoperabilidade entre a NATO e a Sérvia, que ajuda sérvios militares a trabalhar com eficácia e segurança nas operações de manutenção da paz conduzidas pela ONU e pela UE, bem como cooperar com a NATO em áreas como emergência civil e gestão de crises”.

O general também elogiou as Forças Armadas sérvias pelas “suas contribuições significativas para as operações de paz multinacionais, especialmente no domínio médico. A NATO aprecia o seu compromisso com a segurança e estabilidade regional e global “.

O general Pavel concluiu sua declaração dizendo que “a NATO se esforça na construção de uma ampla rede de segurança cooperativa, onde os interesses comuns são partilhados”, sublinhando o compromisso da NATO para a região dos Balcãs e o papel importante e construtivo desempenhado pela Sérvia.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: MpD congratula-se com distinção de país africano mais livre

Cabo Verde: MpD congratula-se com distinção de país africano mais livre

O Movimento para a Democracia (MpD) regozijou-se nesta segunda-feira, 30 de janeiro, pelo facto de Cabo Verde ter recebido a…
Moçambique: Nyusi dirige abertura oficial do ano letivo

Moçambique: Nyusi dirige abertura oficial do ano letivo

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, vai dirigir a abertura oficial do ano letivo nesta quarta-feira, 01 de fevereiro. …
Timor-Leste e ASEAN traçam linhas de adesão em Jacarta

Timor-Leste e ASEAN traçam linhas de adesão em Jacarta

O Governo timorense informou nesta terça-feira, 31 de janeiro, que Timor-Leste e os países-membros da Associação de Nações do Sudeste…
Angola: BD elege novo vice-presidente

Angola: BD elege novo vice-presidente

O Conselho Nacional do Bloco Democrático (BD) elegeu Nelson Guerra Pestana para vice-presidente do partido. Justino Pinto de Andrade deixa…